URGENTE: Prefeito de Viamão é afastado do cargo por 180 dias

Uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul afastou na manhã desta quarta-feira (12), o prefeito de Viamão André Nunes Pacheco e cinco secretários de suas funções pelo prazo de 180 dias. Eles estão, inclusive, proibidos de se comunicar e de acessar os locais de serviço.

Além do prefeito André também foram afastados do cargo o Secretário da Fazenda, Pedro Joel de Oliveira. O Secretário Geral de Governo, Éderson Machado, o Dédo; o Secretário da Saúde, Carlito Nicolait; o Secretário de Planejamento, Urbanismo e Habitação, Milton Jader Alves do Amaral e; o Procurador Geral do Município, Jair Mesquita de Oliveira.

Além dos nomes citados, o vereador Sérgio Ângelo também foi afastado do cargo pelo mesmo período. Ele é acusado de ser sócio da empresa prestadora da coleta de lixo no município. Até o encerramento das investigações, o poder executivo municipal fica a cargo do vice-prefeito Valdir Elias, o Russinho.

A investigação que desencadeou a Operação Capital investiga um possível envolvimento do prefeito André em irregularidades em contratos de prestação de serviços para a administração municipal. De acordo com o Ministério Público (MP), as fraudes chegam a R$ 10 milhões. Os trabalhos investigativos apuraram indícios de participação da empresa que venceu a concorrência para prestar serviços de publicidade na formulação do edital de licitação. A suspeita do MP recai também sobre os serviços de coleta de lixo. A empresa, segundo a investigação, pertence a um vereador da cidade que teria sido favorecido com a contratação. Além disso, há suspeita de utilização de verbas do Sistema Único de Saúde do vale-alimentação dos servidores para o pagamento do contrato.

Fotos Vilson Arruda

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!