Assessoras do ator Felipe Titto são agredidas por motorista de aplicativo

Assessoras do ator Felipe Titto são agredidas por motorista de aplicativo

Parte da equipe do ator Felipe Titto foi agredida na noite de ontem (7) por um motorista de aplicativo.

De acordo com informações do TV Fama, a assessora Jessica Varrasquim levou um soco no nariz e a advogada Tatiana Soares foi atropelada. As duas estavam com Elaine Melo, uma integrante da equipe do departamento comercial, para uma palestra do ator, que precisou ser cancelada depois do ocorrido. Nas redes sociais, Felipe comentou o ocorrido e afirmou que Jéssica irá precisar passar por um procedimento cirúrgico.


“Foi uma m… o que aconteceu. Eu estava no camarim, me ligaram da porta do evento dizendo que deu um BO, que o motorista do aplicativo passou por cima da perna da Tati e deu um soco na cara da minha assessora. Fiz questão de trazê-las pessoalmente aqui”, disse Felipe ao programa TV Fama em frente o hospital.

Segundo a atração, as passageiras reclamaram que o motorista estava acelerando como se estivesse pilotando uma moto e, assustadas, elas começaram a gravar vídeos. O motorista então teria acelerado e passado por cima do pé de Tatiane quando ela saía do carro, agredindo em seguida a assessora.

“Ela realmente quebrou o nariz, não parava de sangrar, a cara toda preta. A menina com um calombo na canela. As devidas providências foram tomadas, vamos ver o que vai acontecer agora. Lamento pelo aplicativo, mas tenho certeza que não vai ficar assim. O serviço de inteligência já está atrás desse motorista que fez essa atrocidade de bater em duas mulheres, quase agrediu a terceira, foi arranhada também, e com certeza não vai ficar assim”, desabafou o ator.
Felipe se desculpou pela ausência no evento e afirmou que precisa zelar pelo seu time. “Eu não tenho funcionários, tenho equipe, a galera que trabalha comigo, ninguém trabalha para mim, não podia deixar ninguém na mão”.

Em nota, a empresa de aplicativos 99, afirmou que lamenta o caso e que o motorista envolvido foi banido do aplicativo.

Ainda, a empresa afirmou que, assim que souberam do caso, “mobilizou uma equipe para oferecer todo o apoio e acolhimento necessários, que incluem um seguro para cobrir todas as despesas hospitalares, além de um serviço de carro para que elas possam se locomover com segurança”.

“A empresa lamenta profundamente o caso e reitera que repudia veemente esse tipo de violência. Temos uma política de tolerância zero em relação a isso”, afirmou a 99.

 

Fonte: Exitoina

 

 

ffbernardes

ffbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido