Astro do cinema morre vítima de câncer aos 53 anos

Astro do cinema morre vítima de câncer aos 53 anos

O ator Irrfan Khan, aos 53 anos, morreu nesta terça-feira (28). O astro era um dos atores indianos mais presentes em Hollywood. O artista lutava contra um tumor neuroendócrino e também complicações de uma inflamação no cólon. Khan tinha 34 anos de carreira artística e ficou conhecido no Ocidente por participação nos longas Quem quer ser um milionário, As aventuras de Pi e Jurassic World: O mundo dos dinossauros.

O artista é considerado um dos principais a transitar entre as realidades de Hollywood e Bollywood. Tendo uma carreira consolidada tanto no cinema norte-americano e britânico, quanto nas produções indianas. Contando todos trabalhos e participações especiais que fez, Irrfan Khan tem o nome creditado em mais de 150 produtos do mercado audiovisual.

 

Carreira

Khan começou a interpretar para televisão no final da década de 1980 na Índia. Com pequenos papéis em novelas e séries de tevê de veículos locais o ator deu lastro ao nome, mas não sentia maiores desafios para a composição dos personagens. Em 1988, chegou a fazer parte do elenco de Salaam Bombay!, indicado ao Oscar de melhor filme internacional, mas foi uma participação muito pequena que inclusive o frustrou.

A virada da carreira de Irrfan se deu em 2001, quando interpretou o protagonista Lafcadia em Um guerreiro solitário, filme de coprodução entre Índia e Inglaterra. O longa do diretor Asif Kapadia (Senna) venceu o Bafta de melhor filme britânico e só não pode concorrer ao Oscar, pois o idioma falado a maior parte do filme é hindi e a Inglaterra não pode inscrever filmes que não sejam em língua inglesa.

Depois do sucesso da produção britânica novos convites foram chegando e Irrfan já não estrelava mais novelas indianas. O ator começou a ser convidado para papéis em filmes da Inglaterra e Estados Unidos como Nome de família em 2006, Nova York, eu te amo (em 2008), além dos três filmes mais famosos que participou Quem quer ser um milionário, também em 2008, O espetacular Homem-Aranha e As aventuras de Pi, em 2012, e Jurassic World: O mundo dos dinossauros, em 2015.

Os dois últimos filmes de produção não-indiana que Khan participou fo/ram Inferno, baseado no livro de Dan Brown, de 2016, e O quebra-cabeça, de 2018. Ator prolífico que estava em cartaz em média seis vezes ao ano, Irrfan Khan estava confirmado em ao menos oito projetos de 2020 a 2022, tendo já aparecido em um filme de Bollywood deste ano, o longa Angrezi Medium no qual foi protagonista.

 

Vida

Irrfan Khan é filho de uma família rica indiana. A mãe vem de uma linhagem real, enquanto o pai era dono de empresas de produção de pneus no país. Ao contrário do que era esperado pelos familiares, Khan abriu mão de uma vida empreendedora no ramo da borracha e decidiu seguir carreira artística entrando para a Escola Nacional de Teatro em Dehli.

Na formação teatral ele encontrou Sutapa Sikdar, escritora com quem casou e permaneceu até o fim da vida. Ele deixa a esposa e dois filhos, Babil e Ayan Khan. Foi cursando teatro que também decidiu mudar o nome de Irfan para Irrfan, pois sonoramente soava melhor.

Desde 2018, Irrfan luta contra um tumor neuroendócrino, que afeta as células reguladoras de hormônios, uma doença muito rara. O artista se tratou em Londres e chegou a ter uma melhora significativa, antes de voltar a gravar trabalhos, mas na última terça-feira (28/4) foi internado em estado grave com uma inflamação no cólon, e não resistiu.

ffbernardes

ffbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido