Atenção Comunidade! Tia Lolô precisa de ajuda

Atenção Comunidade! Tia Lolô precisa de ajuda

Referência no Rio Grande do Sul quando o assunto é amparo e auxílio às crianças carentes, a Tio Lolô necessita mais uma vez de auxílio da comunidade regional.

Localizada na Vila Orieta a Associação Comunitária Beneficente Tia Lolô voltou a enfrentar os caminhos tortuosos da vida após o rápido temporal que atingiu a localidade na última quarta-feira (04). A intempérie fez com que uma grande quantidade de água e lama invadisse a Estação Tia Lolô, exatamente no local em que ela realiza as oficinas para as pessoas carentes da comunidade.

Recentemente Tia Lolô, como é conhecida a senhora Losângela Ferreira Soares, ficou conhecida nacionalmente ao participar de um quadro do programa Caldeirão do Huck, da Rede Globo. Nele, Tia Lolô viu um sonho se tornar realidade: a obra de adaptação do local em que passa sua vida e dedica a crianças carentes.

Em conversa com nossa equipe de reportagem ela afirmou que o temporal causou um grande prejuízo: “Perdi muitas folhas de sublimação. O transformador queimou. Três máquinas de costura ainda estão molhadas. Tenho medo de ligá-las e queimar.” – afirmou.

Na conversa afirmou ainda que a enxurrada molhou as linhas de costura, que agora não têm mais utilidade, uma vez que arrebentam com muita facilidade. “Ficaram podres”, disse. Ela acredita que o prejuízo causado pela chuva seja em torno de R$ 1,5mil.

Tia Lolô ressaltou ainda que, apesar das dificuldades, existem muitas pessoas boas. Elas ajudam com uma série de doações, como arroz, feijão, óleo, entre outros, entretanto ela precisa de outros tipos de gêneros alimentícios.

Atualmente quatro pessoas trabalham na Associação Comunitária. Elas são responsáveis pelas atividades com as aproximadamente 150 crianças que participam das atividades no contra turno escolar e também das oficinas realizadas no local. Hoje, segundo Tia Lolô, é preciso que novos voluntários se juntem a causa.

Tia Lolô disse também que outra de suas preocupações está no baixo estoque de fraldas dos tamanhos grande e extragrande e que todas as doações são bem recebidas. “Se a pessoa puder trazer aqui é melhor, mas caso contrário a gente dá um jeito de ir buscar” – completou.

Pessoas interessadas em auxiliar o projeto também podem fazer com doações em dinheiro. Estas podem ser feitas no Banrisul, agência 0965, conta 06.857.289.0-8 em nome da Associação Comunitária Tia Lolô Vila Orieta. Além disso, quem quiser ajudar, com outras doações ou ainda voluntariado, basta ligar para o telefone (51) 98537-8397.

Fotos: JP Bernardes/Bernardes Digital

ffbernardes

ffbernardes

Um comentário em “Atenção Comunidade! Tia Lolô precisa de ajuda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido