Bayern vence PSG e é hexacampeão da Liga dos Campeões

Bayern vence PSG e é hexacampeão da Liga dos Campeões

Pela sexta vez em sua história, o Bayern de Munique é campeão da Liga dos Campeões. O título veio após uma partida dominada pela equipe alemã contra o Paris Saint-Germain neste domingo (23) em Lisboa. A esquadra comandada por Hans-Dieter Flick garantiu os 100% de aproveitamento na competição graças a um gol do francês Kingsley Coman.

O jogo começou com o time do Bayern pressionando a saída de bola da equipe francesa. Enquanto isso, o PSG aproveitava alguns momentos para chegar a área defendida pelo time alemão e ter poucas tentativas bloqueadas pela defesa. A primeira chance demorou ao sair: aos 17, Neymar tentou o chute cruzado e Neuer defendeu; no rebote, o brasileiro tentou o recuo e Neuer salvou outra vez. Quatro minutos depois, Lewandowski recebeu dentro da área, girou e chutou na trave. Aos 23, a arrancada de Neymar gerou uma tabela entre Di María e Ander Herrera e terminou com o argentino isolando. Cinco minutos depois, Neymar cobrou uma falta próxima da linha de fundo, a defesa do Bayern afastou e Ander Herrera bateu de primeira para fora. Aos 30, a bola levantada na área achou a cabeça de Lewandowski entre dois marcadores e parou em uma grande defesa de Navas. Aos 44, a zaga do Bayern saiu jogando errado e Mbappé tocou fraco demais para a defesa de Neuer.

O segundo tempo começou com nervos à flor da pele: duas faltas em cima de Neymar por volta dos seis minutos levaram a um princípio de confusão entre jogadores das duas equipes. Como resultado, Gnabry e Paredes foram amarelados. Aos 13 minutos, Kimmich cruzou da entrada da área e Coman subiu no segundo pau para abrir o placar para o Bayern. Três minutos depois, Coman tentou próximo da linha de fundo e Kimpembe salvou no último minuto. Aos 24, Di María achou Marquinhos dentro da área e Neuer fez boa defesa. Aos 37, a arrancada de Lewandowski terminou com o polonês sendo derrubado por Thiago Silva; o brasileiro foi amarelado. Na cobrança, Philippe Coutinho tirou tinta da trave. O PSG teve outra boa oportunidade aos 44 com Mbappé e que parou em defesa de Neuer; já não valeria de qualquer maneira, uma vez que o francês estava em posição irregular.

Este é o sexto título de Liga dos Campeões da equipe bávara. Este também é o título de maior expressão para o técnico Hans-Dieter Flick, que assumiu o comando do Bayern em novembro de 2019 como interino, sendo efetivado no cargo um mês depois.

Apesar de não ter marcado hoje, o polonês Robert Lewandowski terminou a Liga dos Campeões como artilheiro da competição com 15 gols. O Bayern também se tornou o primeiro time da história a vencer a Champions com 100% de aproveitamento.

O próximo compromisso do Bayern de Munique em uma competição europeia será a Supercopa da UEFA contra o Sevilla (campeão da Liga Europa). O jogo está previsto para o dia 24 de setembro em Budapeste.

 

CONFIRA O CHAVEAMENTO DA FASE FINAL DA LIGA DOS CAMPEÕES:


FICHA TÉCNICA:

PSG: Navas; Kehrer, Thiago Silva, Kimpembe e Bernat (Kurzawa); Ander Herrera (Draxler), Marquinhos e Paredes; Di María (Choupo-Moting), Mbappé e Neymar. Técnico: Thomas Tuchel.

Bayern: Neuer; Kimmich, Boateng (Süle), Alaba e Davies; Thiago (Tolisso) e Goretzka; Gnabry (Philippe Coutinho), Müller e Coman (Perišić); Lewandowski. Técnico: Hans-Dieter Flick.

GOLS: Coman (B).

ARBITRAGEM: Daniele Orsato, auxiliado por Lorenzo Manganelli e Alessandro Giallatini (trio italiano). Quarto árbitro: Ovidiu Haţegan (Romênia). Arbitragem de vídeo: Massimiliano Irati (Itália), auxiliado por Marco Guida (Itália) e Alejandro Hernández (Espanha).

CARTÕES AMARELOS: Paredes, Neymar, Thiago Silva, Kurzawa (P); Davies, Gnabry, Süle, Müller (B).

ESTÁDIO: Estádio da Luz, em Lisboa.

jpbernardes

jpbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido