Criminosos violam sepultura, carregam partes de cadáver e deixam bilhete com nome de casal em Flores da Cunha

Criminosos violam sepultura, carregam partes de cadáver e deixam bilhete com nome de casal em Flores da Cunha

A Polícia Civil (PC) vai investigar um caso, no mínimo, macabro que ocorreu neste final de semana no Cemitério Municipal de Flores da Cunha, na Serra.

No local, criminosos arrancaram a cabeça, braços e pernas de um cadáver ali sepultado. Além disso, ao saírem do local ainda deixaram um pedaço de pão, sujo de sangue e com diversos alfinetes espetados. No interior do pão havia um bilhete com o nome de um casal morador da cidade. Pra completar a cena, os marginais ainda deixaram um copo, sujo de sangue envolvido num lenço branco. Informações indicam que o casal, cujo nome foi anotado no papel não tinha relação com o cadáver da mulher morta.

Para acessar o corpo da mulher, os criminosos arrebentaram a gaveta e puxaram parte do caixão para fora. Em seguida, arrebentaram a tampa e retiraram as partes do corpo. O caso foi registrado pela Brigada Militar (BM) e a investigação ficará sob a responsabilidade da Polícia Civil. Profanar sepulturas é crime com pena de um a três anos de prisão e multa. No caso de vilipendiar cadáver, a pena também varia de um ano a três anos de prisão, além de multa.

As informações são do Jornal Pioneiro.

 

ffbernardes

ffbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido