Grêmio cresce com Ferreira, mas perde para o Palmeiras no primeiro jogo da final da Copa do Brasil

Grêmio cresce com Ferreira, mas perde para o Palmeiras no primeiro jogo da final da Copa do Brasil

Não deu para o Grêmio no primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Na primeira partida da decisão, disputada na noite deste domingo (28) em Porto Alegre, o Tricolor provou que ainda não está morto, apesar de sofrer bastante nas mãos do Palmeiras no primeiro tempo. O gol de Gustavo Gómez na bola parada, assistido por uma falha de Paulo Victor, foi um balde de água fria nos planos do time de Renato Portaluppi.

Mas o segundo tempo veio, e com ele dois incidentes cruciais. O primeiro foi a expulsão de Luan, que recebeu o cartão vermelho direto após uma cotovelada desproporcional em Diego Souza, cortando o supercílio do atacante gremista. O segundo momento foi a entrada de Ferreira, que deu outra cara a um Grêmio que se arrastava em campo, trazendo velocidade e controle do jogo ao Tricolor, que por pouco não fez o gol de empate, provando que não deve ser reserva nunca.

PRIMEIRO TEMPO:
0’
Com menos de um minuto de jogo, Viña avança sozinho pelo campo tricolor e só para após contato com Kannemann.
25’ Raphael Veiga cobra falta de longe e Paulo Victor segura firme.
31’ GOL DO PALMEIRAS! Após escanteio cobrado pela direita, Gustavo Gómez cabeceia. Paulo Victor aceita e a bola entra.
33’ Alisson tenta de fora da área, mas a bola sai à direita do gol de Weverton.
40’ Boa jogada de Alisson, que bate de fora da área por cima da meta.
45’ Luiz Adriano recebe a bola em profundidade, mas na hora de concluir acaba isolando.
Em tempo: O primeiro tempo do Grêmio foi muito fraco tecnicamente. Um time mal posicionado, que desarmava e logo perdia a posse da bola em um passe mal feito. O Tricolor não somente fez pouco nos primeiros 45 minutos, como viu o Palmeiras ser extremamente superior, tanto que levou a vantagem para o intervalo – vantagem esta que poderia ser bem maior, mas não foi por conta da pontaria descalibrada dos atacantes do time de Abel Ferreira.

SEGUNDO TEMPO:
8’
Diogo Barbosa comete falta em Raphael Veiga e recebe o primeiro amarelo do jogo.
10’ Raphael Veiga recebe a bola lançada dentro da área, aplica uma caneta em Paulo Miranda e toca para Rony, que isola.
18’ Na disputa de bola, Luan dá uma cotovelada em Diego Souza, abrindo o supercílio do centroavante tricolor. O zagueiro palmeirense levou o cartão vermelho direto.
25’ Matheus Henrique tenta de fora da área, mas a bola passa longe do gol.
28’ Diego Souza cobra falta rápida e toca para Ferreira, que invade a área e bate para a defesa de Weverton.
41’ Bate-rebate dentro da área do Palmeiras termina com a bola saindo e o time inteiro do Grêmio pedindo a marcação de um pênalti.
44’ Ferreira tenta da entrada da área, mas Weverton faz a defesa tranquila.
Em tempo: O Grêmio mudou completamente no segundo tempo. A expulsão de Luan somada à entrada do atacante Ferreirinha fez com que o Tricolor ganhasse velocidade, criasse mais e soubesse controlar melhor a posse da bola. O gol de empate não veio por muito pouco.

Com o placar da partida de ida, o Palmeiras leva a vantagem do empate para o jogo de volta, marcado para o próximo domingo (7) em São Paulo. Para ser hexacampeão, o Grêmio precisa vencer por dois gols de diferença. Vitória tricolor por um gol leva a decisão para os pênaltis.

 

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO: Paulo Victor; Victor Ferraz (Churín), Paulo Miranda (Vanderson), Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique e Maicon (Ferreira); Alisson (Thaciano), Jean Pyerre (Isaque) e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Felipe Melo e Zé Rafael (Danilo); Rony (Mayke), Raphael Veiga (Gabriel Menino) e Wesley (Alan Empereur); Luiz Adriano (Gabriel Veron). Técnico: Abel Ferreira.

GOLS: Gustavo Gómez (P).

ARBITRAGEM: Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Rodrigo Correa (RJ) e Alessandro Rocha de Matos (BA). Quarto árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF). Arbitragem de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ), auxiliado por Caio Max Augusto Vieira (RN) e Diogo Carvalho Silva (RJ).

CARTÕES AMARELOS: Diogo Barbosa, Kannemann, Vanderson (G); Zé Rafael, Willian (P).

CARTÕES VERMELHOS: Luan (P).

ESTÁDIO: Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

jpbernardes

jpbernardes

Um comentário em “Grêmio cresce com Ferreira, mas perde para o Palmeiras no primeiro jogo da final da Copa do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido