Inter domina o Boca, mas perde nos pênaltis e deixa a Libertadores

Inter domina o Boca, mas perde nos pênaltis e deixa a Libertadores

Terminou o sonho colorado do tricampeonato da Libertadores. O Inter caiu em pé, após dominar a equipe do Boca Juniors na noite desta quarta-feira (9), em Buenos Aires. Venceu por 1 a 0, com gol de Moisés no comecinho da segunda etapa, mas não conseguiu furar a zaga xeneize para carimbar a classificação. O placar de hoje, somado à vitória do Boca pelo mesmo placar no Beira-Rio levou o jogo para os pênaltis, onde Lomba chegou a defender uma cobrança, mas Peglow isolou, eliminando o Inter.

Primeiro tempo:
1’
Moisés chega atrasado, dá o carrinho em López e leva o amarelo logo no começo do jogo.
5’ D’Alessandro, que estava no banco, leva amarelo por reclamação após uma falta em cima de Tévez.
9’ Edenílson faz boa jogada pela esquerda e toca para Praxedes, que aciona Marcos Guilherme. Ao concluir, o atacante chuta em cima de Fabra.
17’ Patrick invade a área e toca para Thiago Galhardo, que manda no travessão.
29’ Após o cruzamento de Moisés, Thiago Galhardo cabeceia para boa defesa de Andrada.
46’ Boa jogada de Patrick pela esquerda, entortando Buffarini e cruzando para Andrada segurar.
Em tempo: o Internacional dominou o Boca na primeira etapa. Soube controlar o jogo e chegou várias vezes com perigo na área da equipe argentina. O gol não veio puramente por questão de detalhe.

Segundo tempo:
2’
GOL DO INTER! Moisés recebe de Moisés na esquerda, cruza rasteiro e Fabra desvia contra o próprio gol.
7’ Praxedes aciona Marcos Guilherme, mas Andrada sai do gol para ficar com a bola.
12’ Tévez recebe na esquerda, tira do marcador e bate da entrada da área para grande defesa de Marcelo Lomba.
27’ Salvio faz boa jogada individual e aciona Fabra, cujo cruzamento é afastado por Rodrigo Moledo.
31’ Galhardo toca para Yuri Alberto, que é travado na hora do chute.
37’ Edenílson cobra escanteio, Andrada não segura e Cuesta manda por cima na hora da conclusão.
44’ Após cobrança de falta, bomba de Cardona passa à direita do gol de Marcelo Lomba.
47’ EXPULSO! Obando entra com força em Edenílson e o árbitro inicialmente aplica o cartão amarelo. Após a checagem no VAR, o cartão vermelho é apresentado ao jogador do Boca.
Em tempo: a segunda etapa serviu para confirmar a superioridade do Inter no jogo. Tratou de abrir o placar logo aos dois minutos com Moisés e segurou o time do Boca que começou a pressionar ao longo dos 45 minutos. No final das contas, uma vitória suficiente para levar o jogo para os pênaltis.

Pênaltis:
GOL DO BOCA!
Lomba quase salva a bola de Tévez, que bate no meio do gol. Boca 1×0 Inter.
GOL DO INTER! Rodinei bate forte e alto. Boca 1×1 Inter.
DEFENDEU! Cardona bate no canto esquerdo e Marcelo Lomba faz a defesa. Boca 1×1 Inter.
GOL DO INTER! Edenílson cobra alto, sem chance para Andrada. Boca 1×2 Inter.
GOL DO BOCA! Bola para o lado, goleiro para o outro na cobrança de Salvio. Boca 2×2 Inter.
ISOLOU! Ao tentar a cobrança alta, Rodrigo Lindoso manda longe do gol. Boca 2×2 Inter.
GOL DO BOCA! Fabra bate bem e Lomba não alcança. Boca 3×2 Inter.
GOL DO INTER! Andrada cai para o canto certo, mas não consegue defender a boa cobrança de Yuri Alberto. Boca 3×3 Inter.
GOL DO BOCA! Bola de Izquierdoz bate na trave e entra. Boca 4×3 Inter.
GOL DO INTER! Leandro Fernández bate na direita Andrada cai para a esquerda. Boca 4×4 Inter.
GOL DO BOCA! Boa cobrança de Jara no canto esquerdo, enquanto o goleiro foi para o lado direito. Boca 5×4 Inter.
ISOLOU! Peglow pega muito mal na bola e o Inter está eliminado da Libertadores. Placar final: Boca 5×4 Inter.

Com a eliminação, o Inter volta suas atenções ao Campeonato Brasileiro. Seu próximo compromisso é no sábado (12), quando recebe o Botafogo no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA:

BOCA JUNIORS: Andrada; Buffarini (Jara), López, Izquierdoz e Fabra; Salvio, Campuzano, Capaldo e Villa (Obando); Tévez e Cardona. Técnico: Miguel Ángel Russo.

INTER: Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso; Edenílson, Praxedes (Rodrigo Dourado) e Patrick (Leandro Fernández); Thiago Galhardo (Peglow) e Marcos Guilherme (Yuri Alberto). Técnico: Abel Braga.

GOLS: Fabra (contra, I).

ARBITRAGEM: Roberto Tobar, auxiliado por Christian Schiemann e Claudio Rios (trio chileno). Quarto árbitro: Angelo Hermosilla (Chile). Arbitragem de vídeo: Julio Bascuñan, auxiliado por Raul Orellana (ambos chilenos).

CARTÕES AMARELOS: Moisés, D’Alessandro (I).

CARTÕES VERMELHOS: Obando (B).

ESTÁDIO: La Bombonera, em Buenos Aires.

jpbernardes

jpbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido