Lewis Hamilton vence GP do Eifel e empata recorde de Schumacher

Lewis Hamilton vence GP do Eifel e empata recorde de Schumacher

Quem acordou mais cedo neste domingo (11) para acompanhar o Grande Prêmio do Eifel de Fórmula 1 teve a oportunidade de assistir um momento histórico. A prova, assim nomeada por causa da região montanhosa onde fica o circuito alemão de Nürburgring, teve a vitória de Lewis Hamilton (Mercedes), chegando a 91 vitórias e empatando o recorde do heptacampeão Michael Schumacher. Max Verstappen (Red Bull) e Daniel Ricciardo (Renault) completaram o pódio.

As emoções da 11ª etapa do Mundial começaram ainda antes do domingo. Na sexta-feira, por causa das péssimas condições do tempo, os treinos livres foram cancelados. No sábado, Lance Stroll (Racing Point) não sentiu-se bem e a equipe precisou chamar o alemão Nico Hulkenberg para substituí-lo na prova.

O final de semana também foi de celebração para Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), que chegou a 323 corridas disputadas e tornou-se o piloto com mais provas da história da categoria, quebrando o recorde que pertencia a Rubens Barrichello.

VOLTA A VOLTA:

1/60: Largada tranquila. Valtteri Bottas (Mercedes) se mantém na liderança, seguido de Hamilton, Verstappen e Charles Leclerc (Ferrari). Destaque para Hulkenberg, que largou em último e logo ganhou três posições.
4-9/60: Batalha emocionante pelo quarto lugar entre Leclerc e Daniel Ricciardo. O australiano levou a melhor no início da 9ª volta, passando por fora na curva 2.
13/60: Bottas trava o pneu dianteiro direito para evitar a ultrapassagem de Hamilton, mas acaba escapando da pista e perdendo a posição para o companheiro de equipe.
15/60: No fundo do pelotão, Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) trava e acaba atingindo George Russell (Williams), que levanta voo; o inglês abandonou. O incidente gerou uma punição de 10 segundos ao finlandês.
17/60: Daniil Kvyat (AlphaTauri) escapa na curva 14 e, ao voltar é atingido por Alex Albon (Red Bull), perdendo a asa dianteira. O piloto tailandês é punido com 5 segundos pelo incidente.
17/60: Valtteri Bottas reclama de uma perda de potência em sua Mercedes. Ele cai para sexto e leva o carro até os boxes para deixar a corrida.
23/60: Esteban Ocon (Renault) deixa a prova por problema hidráulico.
24/60: Albon abandona sob circunstâncias ainda não esclarecidas.
44/60: Depois de várias voltas reclamando de perda de potência, Lando Norris (McLaren) abandona. O safety car foi acionado para a retirada do carro.
50/60: Relargada. Hamilton dispara na frente, enquanto Ricciardo ameaça a segunda posição de Verstappen. Sergio Perez (Racing Point) e Carlos Sainz (McLaren) completam os cinco primeiros.
60/60: Lewis Hamilton faz história, vence o GP do Eifel e empata com Michael Schumacher no número de vitórias – 91. Max Verstappen cruza em segundo e Daniel Ricciardo em terceiro. É o primeiro pódio da Renault desde o terceiro lugar de Nick Heidfeld no GP da Malásia de 2011.
60/60: Depois de várias voltas rápidas de Hamilton, foi Max Verstappen quem fez a melhor volta, quebrando o recorde do circuito de Nürburgring (1:28.139) e garantindo um ponto extra.

 

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GP DO EIFEL:

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO MUNDIAL:

 

A PRÓXIMA ETAPA:

Daqui dois domingos, no dia 25, a Fórmula 1 volta a Portugal depois de 24 anos. O GP de Portugal será disputado pela primeira vez no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

jpbernardes

jpbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido