Max Verstappen vence o GP de Mônaco e assume a liderança do Mundial de F1

Max Verstappen vence o GP de Mônaco e assume a liderança do Mundial de F1

A prova mais tradicional do Mundial de Fórmula 1, o Grande Prêmio de Mônaco, ocorreu na manhã deste domingo (23). Nas apertadas ruas de Monte Carlo, em uma corrida pouco movimentada, Max Verstappen (Red Bull) ficou com a vitória, assumindo a liderança do campeonato e levando a Red Bull à ponta do Mundial de Construtores. Carlos Sainz (Ferrari) terminou em segundo e Lando Norris (McLaren) em terceiro.

O drama começou ainda antes da largada. O monegasco Charles Leclerc (Ferrari), que bateu no guard rail no final do treino classificatório de ontem e mesmo assim tinha garantido a pole position para a prova de hoje, não largou. O acidente provocou danos na caixa de câmbio de sua Ferrari, que não foi reparada a tempo.

VOLTA A VOLTA:
1/78:
A largada foi tranquila. Verstappen, único remanescente na primeira fila, manteve a primeira posição, seguido de Valtteri Bottas (Mercedes) e Sainz.
30/78: Primeiro piloto a parar nos boxes é Lewis Hamilton (Mercedes), trocando os pneus macios pelos duros.
31/78: Parada desastrosa de Valtteri Bottas nos boxes, com o pneu dianteiro esquerdo não saindo de jeito nenhum. O finlandês não teve escolha nenhuma a não ser abandonar a prova.
67/78: Yuki Tsunoda (AlphaTauri) é o último piloto a parar nos boxes, trocando os duros pelos macios.
68/78: Lewis Hamilton faz mais uma troca de pneus na tentativa de fazer a volta mais rápida da prova.
70/78: A estratégia de Hamilton dá certo. O inglês faz 1:12.909, quebra o recorde da pista e garante um ponto extra.
78/78: Max Verstappen cruza em primeiro, conquista sua 12ª vitória e toma a ponta do Mundial. Carlos Sainz termina em segundo e Lando Norris, em terceiro.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GP DE MÔNACO:

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO MUNDIAL:

A PRÓXIMA ETAPA:

A Fórmula 1 segue nos circuitos de rua. A próxima etapa do Mundial, marcada para daqui duas semanas, no dia 6 de junho, será o Grande Prêmio do Azerbaijão, na cidade de Baku.

jpbernardes

jpbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido