Músico, fundador da banda Titãs, morre aos 62 anos

Músico, fundador da banda Titãs, morre aos 62 anos

Morreu hoje (05), aos 62 anos, o cantor, compositor e guitarrista Ciro Pessoa, um dos fundadores da banda Titãs. Ciro recuperava-se de uma infecção de Covid-19. A informação da morte foi divulgada pelo compositor e baixista Branco Mello, amigo de Pessoa e ex-colega de banda.

“Estou profundamente triste com a partida do meu irmão, músico, poeta e primeiro grande parceiro, Ciro Pessoa. Foi dele a ideia de reunir os amigos compositores no começo dos anos 80 pra fazermos uma banda de rock. E assim formamos os Titãs. Siga em paz, querido Ciro. Descansa meus olhos, sossega minha boca, me enche de luz…”, escreveu Branco Mello no Instagram.

A ex-mulher de Ciro, Isabela Johansen, afirmou que o músico lutava contra um câncer e, entre idas e vindas do hospital, contraiu a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O músico foi internado, porém, não resistiu.

“O corpo será cremado e assim que essa fase chegar ao fim faremos um grande show em sua homenagem, pois é isso o que ele queria”, informou Isabela.

Sérgio Brito também prestou homenagens ao amigo: “Hoje perdemos Ciro Pessoa, amigo querido e membro da formação original dos Titãs. Muito triste com tudo isso”.

 

Trajetória

Ciro Pessoa esteve na fundação do então chamado Titãs do Iê-Iê: ele conheceu o restante dos integrantes no colegio. Músico, jornalista, escritor e roteirista, ele permaneceu no grupo por dois anos e não participou de nenhuma gravação.

No entanto, Ciro compôs diversos hits da banda, como os clássicos Sonífera Ilha e Homem Primata.

Outro fato marcante da trajetória de Ciro é sua religiosidade. Budista, ele atendia pelo nome de Dharma Tenzin Chöpel, além de manter o grupo Nu Descendo a Escada.

Com informações do portal Metropoles

ffbernardes

ffbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido