Para pré-candidato a vice-prefeito de Viamão, Adão Preto Filho servidores precisam ser valorizados com salários decentes

Para pré-candidato a vice-prefeito de Viamão, Adão Preto Filho servidores precisam ser valorizados com salários decentes

Em entrevista na noite desta segunda-feira (21) na Metropolitana TV, o pré-candidato a vice-prefeito de Viamão, Adão Pretto Filho (PT) na chapa encabeçada por Guto Lopes (PDT), explicou uma série de ações que, caso eleitos em 15 de novembro, desejam executar na Velha Capital.

Na ocasião o político falou sobre o sistema de educação Alpha & Beto e também sobre a elevação do Índice de Desenvolvimento da Educação (IDEB) que levou Viamão para nota 6 na última avaliação. Para Pretto, é preciso conversar com a comunidade escolar para encontrar a melhor alternativa para a educação, iniciando pela democracia na escola, com a possibilidade de debater as escolhas de diretores. Citou que a coligação pretende criar algo como uma constituinte escolar e assim definir uma nova matriz educacional. Disse que a mudança na realidade do município passa pelo setor. Elencou a importância da criação do turno integral e que há alta demanda na busca pela educação infantil.

Para o político é possível ampliar as salas de aula e incluir ali a educação infantil nos educandários. Adão Pretto Filho disse que, mesmo com a inconstitucionalidade da eleição para diretores, a democracia é a melhor alternativa. Não pode haver imposição do poder público na escola, uma vez que em muitas vezes os professores indicados para a direção das escolas não possuem ligação com as comunidades.

Na saúde, Adão Pretto Filho citou que se houver uma pesquisa no município, a população vai citar o setor como mais dependente do poder público. Lembrou do fato de 80% da saúde em Viamão ser terceirizada. Afirmou ser preciso investir no servidor público. Fomentar a contratação de médicos, enfermeiros e agentes e saúde. Disse que é preciso que o prefeito tenha contato com os profissionais.

O pré-candidato afirmou que há condições da população utilizar um aplicativo por smartphone para agendar consultas ou agilizar outros serviços junto à pasta. Afirmou que é preciso que os postos de saúde funcionem até mais tarde e que haja no município uma verdadeira saúde humanizada.

O pré-candidato disse também que tem acompanhado de perto o que chamou de perseguição aos servidores públicos. Citou que os funcionários precisam ser valorizados com um salário decente que recupere as perdas do anuênio.

Adão Pretto Filho falou também sobre economia. Lembrou que Viamão já foi celeiro na produção de arroz e leite. Para ele, a Velha Capital é a cidade da região que tem maior possibilidade de crescimento e desenvolvimento. Afirmou que sua coligação, caso eleita, pretende criar uma usina de beneficiamento de arroz e de leite. Adão Pretto Filho lembra que já ocorreram conversas com sindicatos e representantes do campo. Afirmou que é preciso criar um Mercado Público em Viamão. Disse que se tivermos um espaço relacionada a área vai haver mais renda para a comunidade.

O petista lembrou ainda que não pode haver disputa para saber quem é responsável por passar uma patrola numa estrada do interior. Para ele, as subprefeituras devem ser descentralizadas, com máquinas em cada local. O pré-candidato afirmou que não aceitável o fato de um prefeito não ir à Brasília buscar investimentos para o município. Disse que a secretaria de agricultura deve ter recursos, construir parcerias e assim ter crédito. Finalizou afirmando que Viamão tem muito potencial e que isso passa pelo campo e pela produção.

Adão lembrou da necessidade de fortalecer empresas em pontos como o próprio Tecnopuc, onde está instalada a Metropolitana TV. Disse que é importante fomentar o turismo, pois isso gera emprego e renda, tanto na área rural como urbana.

O político disse que não consegue aceitar o fato de cidades próximas, e mais novas, como Alvorada, tenham a maior parte das vias asfaltadas. Para ele é inadmissível que Viamão esteja mergulhado em buracos nas vias. Segundo Adão, rua limpa, asfaltada, com lixo recolhido é indicativo de qualidade de vida. Afirmou ser possível asfaltar a maior parte das vias públicas.

Pretto disse também que é preciso criar um novo modelo de transporte coletivo. Citou que o serviço oferecido em Viamão é sujo e caro. Afirmou não ser aceitável que uma pessoa pague R$ 11 no deslocamento dentro do próprio município.

Quanto ao problema do lixo, Adão Pretto Filho voltou a falar da importância da discussão com as comunidades e com as escolas. Para ele é preciso fomentar as cooperativas de reciclagem e com isso melhorar o setor, diminuir os impactos ambientais e gerar riqueza e renda.

Quanto ao desenvolvimento, Adão disse que há um anseio do trabalhador em ficar no município. Afirmou que é preciso melhorar a malha viária de Viamão e que isso vai fazer com que os empresários olhem para a Velha Capital com outros olhos. Falou que a legislação em Viamão está muito atrasada. Finalizou dizendo que é preciso trabalhar para que as empresas olhem para o município com brilho nos olhos.

 

Veja a íntegra da entrevista

ffbernardes

ffbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido