Pelo segundo ano consecutivo, Lewis Hamilton vence o GP de Portugal

Pelo segundo ano consecutivo, Lewis Hamilton vence o GP de Portugal

Assim como ocorreu em 2020, o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, entrou no calendário da Fórmula 1 em substituição a provas canceladas pela pandemia da Covid-19. E, assim como no ano passado, a vitória foi de Lewis Hamilton (Mercedes). Max Verstappen (Red Bull) e Valtteri Bottas (Mercedes) completaram o pódio.

VOLTA A VOLTA:
1/66:
A largada foi tranquila. Bottas manteve a ponta, seguido de Hamilton e Verstappen. Charles Leclerc conseguiu tomar a quarta colocação de Sergio Pérez.
2/66: No finalzinho da primeira volta, Kimi Räikkönen toca a traseira de seu companheiro de Alfa Romeo, Antonio Giovinazzi, e acaba perdendo a asa dianteira do carro, que fica presa sob o veículo. Fim de prova para o campeão mundial de 2007. O safety car foi acionado para remover os detritos da pista.
7/66: Na relargada, Bottas se distanciou na ponta. Enquanto isso, Verstappen aproveitou e tomou a segunda posição de Lewis Hamilton.
11/66: Na perseguição a Bottas, Verstappen acaba balançando, criando a oportunidade para Hamilton ultrapassá-lo, recuperando o segundo lugar.
18/66: Daniel Ricciardo (McLaren), que largou em 16º, entra na zona de pontuação ao ultrapassar Sebastian Vettel (Aston Martin).
20/66: Após voltas de uma perseguição implacável, Hamilton finalmente ultrapassa Bottas pela liderança.
35/66: Na briga dos franceses pelo 11º lugar, Esteban Ocon (Alpine) leva a melhor sobre Pierre Gasly (AlphaTauri).
37/66: Bottas para nos boxes e perde a terceira colocação para Verstappen, que havia parado na volta anterior.
45/66: Esteban Ocon, que já fazia uma excelente prova, agora toma a 7ª posição de Carlos Sainz (Ferrari).
51/66: Hamilton aproveita que Pérez ainda não havia parado para ultrapassá-lo e retomar a ponta.
63/66: Em uma disputa que valia apenas a 17ª colocação, Mick Schumacher (Haas) tem sua primeira grande ultrapassagem na F1 ao ganhar a posição de Nicholas Latifi (Williams).
64/66: Valtteri Bottas faz uma última parada nos boxes na tentativa de garantir a volta mais rápida. Na volta seguinte, Max Verstappen faz o mesmo.
66/66: A estratégia funciona melhor para Verstappen, que faz o melhor tempo na última volta da prova (1:19.849).
66/66: Lewis Hamilton cruza a linha de chegada em primeiro pela 97ª vez e vence o GP de Portugal. Max Verstappen chega em segundo e Valtteri Bottas, em terceiro.
66/66: Após a prova, a melhor volta de Verstappen foi anulada, e o ponto extra passou para Bottas (1:19.865, na volta 65).

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GP DE PORTUGAL:

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO MUNDIAL:

A PRÓXIMA ETAPA:

A Fórmula 1 volta às pistas já no próximo domingo (9), quando vai até Barcelona para o Grande Prêmio da Espanha.

jpbernardes

jpbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido