Polícia Civil resgata mulher sequestrada e mantida mais de 18 horas em cativeiro em Viamão

Polícia Civil resgata mulher sequestrada e mantida mais de 18 horas em cativeiro em Viamão

A Polícia Civil, em ação realizada pela Delegacia Especializada No atendimento à Mulher de Viamão, com apoio da Equipe Volante, SIPAC e 1ª Delegacia de Polícia de Viamão, resgatou I.S.A., 20 anos, que havia sido agredida e sequestrada pelo ex-companheiro P.F.C., 20 anos, e mantida mais de 18 horas sob ameaça em cativeiro, em uma propriedade no Beco da Servidão, Bairro Itapuã, em Viamão.

De acordo com a Delegada Jeiselaure Rocha de Souza, o agressor já tinha antecedentes por violência doméstica e não aceitava o fim do relacionamento, ameaçando constantemente a vítima de morte caso não retomasse a relação.

Na noite de sexta-feira, o agressor invadiu a casa onde a vítima morava com as duas filhas pequenas e outros familiares, agredindo o atual namorado de I.A.S a marteladas, também foi agredida com marteladas na cabeça uma criança de seis anos que morava na casa, ambos precisaram ser levados ao Hospital de Viamão para atendimento. Ato contínuo o agressor arrastou a vítima para fora da casa, dizendo que ia matá-la a todo momento e a manteve em cárcere por várias horas em local não sabido.

Após várias buscas, oitivas e diligências ininterruptas, por volta das 20 horas os policiais encontraram a casa onde a vítima estava sendo mantida em cativeiro a resgataram. A vítima relatou que tinha sido arrastada pelo mato até o local e durante o tempo todo o ex-companheiro dizia “que se ela não fosse dele, não seria de mais ninguém” e que se ela tentasse fugir ou chamar a polícia ele mataria não apenas a vítima, mas suas filhas (de 09 meses e 03 anos) e seus familiares.

Um comparsa do agressor que auxiliou mantendo a vítima em cativeiro durante essas horas, foi preso em flagrante e apresentado na DPPA/Viamão, sendo autuado pela prática do crime de sequestro e cárcere privado.

Durante a madrugada seguiram as buscas do agressor, que fugiu em direção ao mato. A vítima e suas filhas passam bem e se encontram em local seguro.

Com notícias da Polícia Civil

ffbernardes

ffbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido