Rodinei é expulso, Inter perde para o Flamengo e decisão do Brasileirão fica para a última rodada

Rodinei é expulso, Inter perde para o Flamengo e decisão do Brasileirão fica para a última rodada

Não foi hoje que o torcedor colorado pôde finalmente soltar o grito de campeão brasileiro depois de pouco mais de quarenta anos. No jogo que poderia ter definido o Brasileirão de 2020, o Inter perdeu para a equipe do Flamengo por 2 a 1 no Maracanã. O gol colorado foi de Edenílson, de pênalti, mas o Flamengo virou com Arrascaeta e Gabi, levando a decisão do título para a última rodada.

PRIMEIRO TEMPO:
7’
Bruno Henrique carrega pela esquerda e bate fraco para a defesa de Lomba.
9’ PÊNALTI PRO INTER! Ao receber a bola lançada, Yuri Alberto tem a camisa puxada por Gustavo Henrique dentro da área.
11’ GOL DO INTER! Edenílson bate alto, no canto, sem chances para o goleiro Hugo Souza.
21’ Edenílson cruza para dentro da área e Yuri Alberto cabeceia por cima do gol.
28’ GOL DO FLAMENGO! Bruno Henrique recebe em profundidade, tira de Rodinei e rola para Arrascaeta concluir. A bola ainda bate na trave antes de entrar.
40’ Everton Ribeiro bate de muito longe e com a pontaria descalibrada.
42’ Rodinei invade a área pelo lado direito e bate forte. A bola desvia em Gustavo Henrique e para no travessão.
Em tempo: Flamengo e Internacional fizeram um primeiro tempo digno de uma final de campeonato. O rubro-negro teve a posse de bola, mas quem soube concluir mais foi o colorado. Duelo disputadíssimo e que elevou as expectativas para a segunda etapa.

SEGUNDO TEMPO:
2’
EXPULSO! Rodinei dá uma entrada dura em Filipe Luís. O árbitro marca a falta, mas após consultar o VAR aplica o cartão vermelho ao lateral colorado.
5’ Diego impede o contra-ataque de Caio Vidal e recebe o cartão amarelo.
11’ Patrick passa por Gabi e Gerson no mesmo lance e toca para Caio Vidal concluir. A bola explode em Filipe Luís.
17’ GOL DO FLAMENGO! Gabi recebe a bola de Arrascaeta em profundidade e bate rasteiro, na saída de Lomba, virando o jogo para o rubro-negro.
32’ João Gomes tenta de fora da área, mas a bola vai fraca para a defesa de Lomba.
35’ NÃO VALE! Pedro recebe de João Lucas e toca para dentro do gol, mas o gol é invalidado por um impedimento do atacante flamenguista.
47’ NÃO VALE! Pedro rouba a bola de Lucas Ribeiro e aproveita que Lomba estava longe do gol para driblar o arqueiro colorado e tocar para dentro. Após consulta ao VAR, o árbitro Raphael Claus viu falta de Pedro na origem do lance e anulou o terceiro gol rubro-negro.
49’ Pedro faz uma jogada espetacular e toca para Bruno Henrique, que manda por cima do gol.
Em tempo: Se no primeiro tempo o Inter teve o domínio do jogo, o segundo foi completamente do Flamengo. O rubro-negro contou com a expulsão de Rodinei no começo da segunda etapa para aproveitar as falhas coloradas e, consequentemente, fazer o gol que o colocou na liderança do campeonato.

Com a vitória do Flamengo, o Inter perdeu a chance de sagrar-se campeão brasileiro com uma rodada de antecedência. O Flamengo assumiu a liderança do Brasileirão, com 71 pontos, enquanto o Inter vem logo atrás com 69.

Na última rodada, marcada para a próxima quarta-feira (25) às 21h30, o Inter precisa de uma combinação de resultados para ser campeão. Acima de tudo, apenas a vitória em cima do Corinthians no Beira-Rio pode dar o tetracampeonato ao Colorado; ainda assim, precisa que o Flamengo perca seu duelo contra o São Paulo no Morumbi.

 

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO: Hugo Souza; Isla (Pedro), Rodrigo Caio (Natan), Gustavo Henrique e Filipe Luís; Everton Ribeiro, Diego (João Gomes), Gerson e Arrascaeta; Gabi (João Lucas) e Bruno Henrique. Técnico: Rogério Ceni.

INTER: Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Zé Gabriel e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny); Caio Vidal (Thiago Galhardo), Edenílson, Praxedes e Patrick (Maurício); Yuri Alberto (Peglow). Técnico: Abel Braga.

GOLS: Arrascaeta, Gabi (F); Edenílson (I).

ARBITRAGEM: Raphael Claus, auxiliado por Marcelo van Gasse e Neuza Back (trio de SP). Quarto árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ). Arbitragem de vídeo: Rodrigo Ferreira do Amaral, auxiliado por Vinicius Furlan e Vitor Carmona Metestaine (trio de SP).

CARTÕES AMARELOS: Diego, João Gomes, Natan, Pedro (F).

CARTÕES VERMELHOS: Rodinei (I).

ESTÁDIO: Maracanã, no Rio de Janeiro.

jpbernardes

jpbernardes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido